InícioCidadeConcessão de dois blocos do leilão da Cedae inicia um novo ciclo...

Concessão de dois blocos do leilão da Cedae inicia um novo ciclo de investimentos na região: Miracema e Aperibé, no Noroeste Fluminense

O governo do Estado do Rio de Janeiro e a empresa Águas do Rio, do grupo Aegea, assinaram ontem (11/08) o contrato de concessão dos blocos 1 e 4 do leilão da Cedae – que engloba, entre outros locais, os municípios de Casimiro de Abreu e São Francisco de Itabapoana, no Norte Fluminense, e Aperibé, Cachoeiras de Macacu, Cambuci, Cantagalo, Itaocara, Miracema e Cordeiro, nas regiões Noroeste e Serrana.  A empresa será responsável pelos serviços de distribuição de água e tratamento de esgoto em 27 cidades do Rio de Janeiro.

Primeiro vice-presidente da Firjan, Luiz Césio Caetano participou da cerimônia no Pão de Açúcar. Segundo ele, o evento de hoje encerra um processo antigo de defesa de interesse da federação e dá início a um novo ciclo de investimentos em saneamento básico em todo o estado do Rio.

“Desde o início, a Firjan teve um papel extremamente importante nesse processo. Promovemos trabalhos técnicos para convencimento da sociedade, dos céticos, mostrando a importância da concessão para recuperar o saneamento tanto nos municípios quanto em todo o estado”, lembrou Caetano.

Ele ressaltou que esse é o maior projeto de saneamento básico do país: “Além de trazer uma boa imagem para o estado, o leilão e a assinatura do contrato servem como uma bandeira da concessão. Afinal, diversos municípios já aderiram ao leilão do bloco 3, único que não fora arrematado em abril, e que será oferecido novamente em setembro”, explicou o primeiro vice-presidente da federação.

“Ter a certeza que a vida das pessoas vai melhorar. Este é um dia histórico. Dia em que o Rio de Janeiro sai do atraso e entra no caminho do futuro”, declarou o governador do Rio, Cláudio Castro.

Os presidentes da Firjan Norte Fluminense, Francisco Roberto de Siqueira, e do Noroeste Fluminense, José Magno Vargas Hoffmann, também comemoraram o resultado de um pleito há anos reivindicado pela Federação.

“É inadmissível que pessoas no século XXI ainda vivam sem acesso a tratamento de água e esgoto. Uma realidade que agora, enfim, começará a mudar”, disse Francisco.

“Além dos ganhos ambientais e sociais, esses investimentos chegarão em ótima hora para movimentar a economia de toda a região”, destacou José Magno.

Rio Canteiro de Obras

Além da inclusão de mais de cinco milhões de fluminenses, hoje não atendidos por serviços de saneamento básico, a concessão dos blocos já leiloados trará aos cofres públicos do estado R$ 14,5 bilhões, referentes à outorga arrecadada. Esses recursos permitirão ao estado promover obras de infraestrutura. Atendendo a pedido do governador, a Firjan entregou a Cláudio Castro, em junho, o documento “Rio Canteiro de Obras”, que mapeou 22 projetos prioritários para o desenvolvimento socioeconômico fluminense. Há investimentos em diferentes graus de maturidade, em todas as regiões do estado.

Em recente visita ao Norte fluminense, Cláudio Castro anunciou a destinação de recursos para a retomada e conclusão das obras da Ponte da Integração, ligando os municípios de São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, um dos pleitos listados no “Rio Canteiro de Obras”.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULARES

COMENTÁRIOS RECENTES