InícioDESTAQUESÓbitos caem mais de 60% e estado tem melhor cenário desde o...

Óbitos caem mais de 60% e estado tem melhor cenário desde o início da série histórica

A 57ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada nesta sexta-feira (19.11) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), mostra uma queda de 38% no número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e de 61% nos óbitos provocados pela doença. A análise compara as semanas epidemiológicas 44 (de 31 de outubro a 06 de novembro) e 41 (de 17 de outubro a 23 de outubro). Esta é a 12ª semana consecutiva com classificação geral do estado em bandeira amarela, de risco baixo para transmissão da Covid-19.

– A Região Metropolitana I, que abrange a capital e a Baixada Fluminense, segue em risco muito baixo de transmissão pela quarta semana consecutiva. Essa edição indica, mais uma vez, a consolidação na queda dos indicadores epidemiológicos e, principalmente, nos assistenciais da Covid-19. Voltamos ao melhor patamar desde o início da divulgação do mapa, mas, apesar da evolução, é preciso que a população retorne aos postos para receber a segunda dose, a dose de reforço ou adicional – analisa o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

Com o avanço da campanha de imunização e a diminuição de transmissão da doença, a taxa de ocupação segue em queda sustentável. A de UTI está em 28%, e a de enfermaria, em 17%. Todas as regiões de Saúde apresentaram taxas inferiores a 50%. Por isso, leitos que antes eram apenas destinados ao tratamento de pacientes com Covid-19 foram revertidos para outras especialidades.

No estudo da SES, cada bandeira representa um nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, que variam entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo). Os resultados apurados para os indicadores apresentados devem auxiliar a tomada de decisão, além de informar a necessidade de adoção de medidas restritivas, conforme o nível de risco de cada localidade.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULARES

COMENTÁRIOS RECENTES