InícioCidadeSanto Antônio de Pádua supera mais uma cheia do Rio Pomba

Santo Antônio de Pádua supera mais uma cheia do Rio Pomba

Na manhã do último domingo (09), o prefeito Paulo Roberto Pinheiro, Paulinho da Refrigeração, convocou o seu secretariado, no Parque de Exposições, sede da Defesa Civil municipal, para dar as diretrizes do trabalho. Caminhões foram colocados à disposição da população das áreas ribeirinhas.

O monitoramento do nível do Rio Pomba na cidade mineira de Cataguases e a vazão da Usina Hidrelétrica de Barra de Braúna era realizado há cada hora e a população foi avisada através de comunicados e lives pelas redes sociais da Administração Municipal.

Com a confirmação do transbordo do Rio Pomba, a partir da tarde de domingo, o Poder Público ficou totalmente mobilizado em atender as demandas da população. O Hospital Municipal Hélio Montezano foi evacuado, com os pacientes encaminhados para hospitais da região e um hospital de emergência foi instalado no Colégio Estadual Rui Guimarães de Almeida – CERGA. Foi ainda disponibilizado um local para acolhimento das famílias desabrigadas, no CIEP 469, Professora Anaíde Panaro Caldas.

Durante todo o período das cheias do Rio Pomba, a comunicação da prefeitura atualizou a população e um contingente de servidores e voluntários atuou no socorro aos atingidos.

Além das cheias do Pomba, a Prefeitura Municipal de Pádua também monitorava a situação no Rio Pirapetinga, que passa pelo município, nos bairros Ibitinema e Santa Luzia, na divisa com Minas Gerais, que também transbordou.

Kits com água, leite e pão foram montados e entregues nos locais de cheias, através de caminhões e barcos.

O prefeito Paulinho da Refrigeração e o vice-prefeito Jadir Junior, montaram um verdadeiro QG na sede da Defesa Civil, de onde saíam todas as determinações no intuito de apoiar a população neste momento tão crítico. Diversos voluntários com barcos, associados à pesca e independentes, deram importante suporte no atendimento às mais variadas demandas.

A chuva que caiu em Pádua na noite de segunda-feira (10) complicou o cenário. De acordo com a Defesa Civil, nesta noite, a Represa Barra de Braúna registrou sua maior vazão, 996 metros cúbicos por segundo, registrando aumento no número de locais alagados. A chuva também causou diversas quedas de barreiras.

Com o recuo das águas, na manhã de quarta-feira (12), era hora de iniciar o processo de limpeza de ruas e casas. A Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua disponibilizou 1.500 kits de limpeza para serem entregues pela Secretaria Municipal de Assistência Social nos locais mais atingidos pelas cheias, tanto do Rio Pomba quanto do Rio Pirapetinga, na divisa com Minas Gerais. As Secretarias de Obras e Agricultura e a empresa Vieira Stones estão desde as primeiras horas de quarta-feira realizando a limpeza das ruas e desobstruindo estradas rurais.

O prefeito Paulo Roberto assinou no dia 11, o decreto 004/22 de Situação de Emergência no município de Santo Antônio de Pádua, e afirmou que “mesmo com todas as dificuldades, foi possível, graças à organização do Poder Público, apoio de voluntários e uma comunicação eficaz vencer mais uma enchente”.

Fonte: Departamento de Comunicação da Prefeitura de Santo Antônio de Pádua.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULARES

COMENTÁRIOS RECENTES