(22) 997587542  |  contato@doisestados.com.br

Programa RJ para Todos completa um mês com quase seis mil atendimentos

Letícia Barros | aguiarbleticia@gmail.com

Letícia Barros | aguiarbleticia@gmail.com

Transformar vidas e dar esperança de um novo começo para as pessoas. Com estas palavras, o governador Cláudio Castro lançou há um mês o programa “RJ para Todos”, coordenado pela Secretaria de Estado de Governo. Com o objetivo de atender demandas de pessoas mais vulneráveis, a iniciativa atingiu a marca de 5.940 atendimentos realizados, entre ações de acolhimento social, acesso à documentação básica, atendimentos de saúde, entre outras atividades em todo o Estado do Rio de Janeiro.

No último sábado (04), o programa ofereceu serviços para moradores de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste do estado, e do bairro de Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio.

O secretário de Governo, Rodrigo Bacellar, comemora os resultados do programa, que trouxe mais dignidade para o cidadão fluminense.

“A população do estado recebeu de braços abertos o programa RJ para Todos. Temos proporcionado serviços gratuitos à população, como acesso à documentação básica, balcão de empregos, atendimento à saúde. Além disso, a abordagem social à população de rua foi intensificada e estendeu para outros municípios da Baixada e Região Metropolitana. Proporcionamos também a reinserção familiar e atividades culturais para crianças e jovens de comunidades. É um programa ímpar do governo que oferece mais oportunidades e direitos ao cidadão”, descreve o secretário.

A superintendente do RJ para Todos, Roberta Barreto, destaca que o programa tem o objetivo de criar mais oportunidades e independência econômica às pessoas em vulnerabilidade.

“O programa RJ para Todos neste primeiro mês de atividade fez a verdadeira democratização dos direitos da população. Estivemos da capital aos municípios do interior do estado, levando direitos básicos, civis e sociais. Não é apenas um trabalho de atendimento, mas de grande relevância nos dados e estatísticas para a reconstrução do Estado do Rio de Janeiro. É um trabalho prazeroso, diário e com certeza levará mais dignidade à população fluminense”, esclarece a superintendente do RJ para Todos, Roberta Barreto.

Ações do programa

Dentre as diversas ações oferecidas pelo RJ para Todos, uma delas é o Acolhimento Social. O atendimento é realizado diariamente por meio de abordagens feitas por assistentes sociais em diversos bairros, tendo como objetivo o acolhimento da população em situação de rua e a reinserção familiar. Neste primeiro mês, foram feitas 2.780 abordagens e encaminhadas 718 pessoas para abrigos e comunidades terapêuticas.

Outra iniciativa é o “De Volta à Terra Natal”. A esperança de novos laços entre um migrante em situação de rua e seus familiares é resgatada nesta ação, oferecendo acolhimento e auxílio para o retorno à sua cidade.

Já a ação “+ Serviços” acontece às quartas e sábados, com o objetivo de atender demandas sociais aos moradores das regiões com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), promovendo a cidadania por meio da oferta de serviços essenciais como a emissão de documentos, balcão de empregos, direitos do consumidor e tratamentos voltados à saúde e ao bem-estar. As ações são realizadas em parcerias com outros órgãos públicos e privados. Neste mês, o RJ realizou 2.647 atendimentos por meio desta ação.

O “Passeio do Bem” é uma ação voltada para o público infantil, que pretende levar crianças que moram em comunidades carentes ou integram projetos especiais em um roteiro turístico, cultural e de lazer pela cidade.

O RJ para Todos conta com uma equipe formada por agentes da Secretaria de Governo e de implementadores Ceperj, que passaram por um curso de capacitação técnica e prática com foco em abordagem social, para que seja possível atender às demandas da diversidade social que é tão característica do Estado do Rio de Janeiro, oferecendo, assim, serviços para a garantia dos direitos e promoção da cidadania.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com